Uma carta ao lixo humano reaça

O ódio

Uma carta ao reaça de almanaque, ao babaquinha chupa rola que é Reaça por moda, o branquelo universitário que quer andar armado pra que um malandro macho tome a arma dele com um tapa e ainda mije na cara dele, ao advogado imbecil machista que acha que aprendeu a viver sendo esmagado enquanto pessoa no exército e acha que LGBT e mulher são lixo humano.

Eu quero que se foda teu direito pessoal de andar armado, teu medo do mundo, sua ausência completa de capacidade de existir em coletividade e espero que você morra de câncer, sem nenhum tipo de morfina, que sangre até derreter.

Esse é teu paraíso, onde morrem ecossistemas inteiros, onde centenas ou mais pessoas morrem em ataques terroristas, onde a cada terremoto no Japão pode nascer uma nova tragédia ambiental via destruição de usinas nucleares a partir de Tsunamis.

Sim, esse é teu paraíso, o paraíso que alimenta teu medo,esse medo que vira ódio, individualismo cego,tosco,irresponsável,analfabeto funcional e arrogante ao mesmo tempo.

Eu vou sobreviver a ela, porque lutar é minha vida, sem cagaço, sem pedido de pinico e um canalha fardado qualquer. Você não, você tremerá de cagaço travestido de triunfo todo dia, com medo de ir,vir,respirar,foder,comer,viajar de avião.

E essa é a minha vitória. Você se caga de medo do mundo, eu bebo o mundo de talagada.

Euvou sobreviver nesse mudno que você destruiu com seu medo, eu vou esfregar na tua fuça medíocre essa vitória que consiste em jamais desistir ou ajoelhar pedindo perdão a bundões como você.

Você tem medo de pensar e enfrentar o universo que é você, eu me expando universalmente sendo a mim mesmo e todos os que me amam.

Você tem medo do outro, eu transo com o outro.

Vocêr tem medo de morrer e eu passo a morte na espada.

Você vai morrer de câncer pedindo morfina, talvez eu também,mas eu sei o porque, o teu câncer nasceu do medo.

Eu sei quem eu sou,você é medo.

Vocè já morreu congelado em si mesmo, enquanto eu queimo no meio dos destroços construindo armadilhas que tentam ser novos mundos.

Continue se cagando.

Anúncios

Um comentário sobre “Uma carta ao lixo humano reaça

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s